terça-feira, 12 de abril de 2011

Cancioneiro Alentejano - A ribeira quando enche

O meu coração é teu
O teu de quem é não sei
O teu devia ser meu
Foi por isso que eu lutei


A ribeira quando enche
Vai de pedrinha em pedrinha
O homem que leva a barca
Leva seu bem na barquinha


Leva seu bem na barquinha
Inda lhe digo outra vez
Quem namora sempre alcança
Um beijinho, dois ou três


Dizem que a folha do trigo
É maior que a da cevada
Também a minha amizade
Ao pé da tua é dobrada


A ribeira quando enche
Vai de pedrinha em pedrinha
Etc.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Recomendamos