quinta-feira, 23 de junho de 2011

Cancioneiro Alentejano - Alentejo és nossa terra

Quando o melro assobia
Escondido no silvado
Quer de noite, quer de dia
É tão lindo o seu trinado.


Alentejo, que és nossa terra
Ai quem nos dera lá estarmos agora!
Para a mocidade,
Com saudade,
De ouvir cantar, como ouvia outrora!


Terra bela, tão desejada,
Casas singelas de branco caiadas,
Eu nunca esqueço,
Que fostes meu berço,
Lindo cantinho desta Pátria amada!


Quando eu não tinha
Desejava ter
Uma hora no dia
Meu bem p’ra te ver


Alentejo que és nossa terra
Ai quem nos dera lá ‘starmos agora
Etc.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Recomendamos