quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Cancioneiro Alentejano - Fui Colher uma Romã

Eu hei-de ir, hei-de deixar
Como a água deixa as pontes
Quem tem amores em vida
Quem tem amores em vida
Não pode morar em montes


Fui colher uma romã
Estava madura no ramo
Fui encontrar no jardim
Fui encontrar no jardim
Aquela mulher que eu amo
Aquela mulher que eu amo
Dei-lhe um aperto de mão
Estava madura no ramo
Estava madura no ramo
E o ramo caiu ao chão


Vou-me embora p’ra cidade
Que o campo já me aborrece
Eu lá na cidade tenho
Eu lá na cidade tenho
Quem por mim penas padece


Fui colher uma romã
Estava madura no ramo
Etc.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Recomendamos